GEPTEA

GRUPO DE ESTUDO E PESQUISA SOBRE O ESPECTRO AUTISTA

 Linha de Pesquisa : Políticas e Práticas em Educação Especial - Grupo de Estudos e Pesquisa (GEPEPES)

As escolas da rede regular de ensino têm recebido as pessoas com Transtornos Globais do Desenvolvimento – TGD e Transtornos do Espectro do Autismo – TEA há algum tempo. Se no passado, eram vistas como intratáveis inacessíveis ou incapazes de aprender, a visão atual é voltada para a inclusão escolar, social, autonomia e profissionalização baseada na potencialidade individual. Adultos e crianças começam a frequentar as escolas, os serviços de saúde, os espaços de lazer, a lutar pelos seus direitos na sociedade por meio de seus familiares. Dessa forma, os profissionais das diversas áreas da saúde e a escola comum em parceria com a família têm um papel fundamental no processo de desenvolvimento da pessoa com autismo.

No entanto, ainda que existam leis que garantam a inserção de todos ao espaço regular de ensino, o sucesso da aprendizagem perpassa não apenas em proporcionar o acesso, mas a permanência com qualidade e garantia de aprendizagem.

Para isso as transformações na organização escolar são necessárias, bem como a formação específica dos profissionais, para que possam ensinar os alunos a partir de práticas pedagógicas coerentes às especificidades.

Nesse sentido propomos a criação do grupo GEPTEA/TGD voltado ao estudo, pesquisa e extensão, vinculado ao Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial - CEPAE, Faculdade de Educação – FACED, na Universidade Federal de Uberlândia – UFU. Essa ação, na perspectiva da inclusão fortalece a ação educativa desmistificando crenças e paradigmas associados ao autismo e outros transtornos.

O GEPTEA/TGD possui um movimento voltado para as demandas educacionais, firmado numa proposta metodológica pautada na perspectiva interacionista, que considera o conhecimento enquanto processo construído pela ação simultânea de fatores internos e externos ao sujeito, na interação com seus pares promovendo a modificabilidade humana.

O grupo conta com profissionais das áreas da saúde e educação, pais e cuidadores que se reúnem quinzenalmente. Para conhecer a agenda do GEPTEA/TGD entre em contato com o CEPAE.