Sala de Recursos

O Que é a Sala de recursos Multifuncionais

Espaço pedagógico com recursos, equipamentos, mobiliários e materiais didático-pedagógicos e de acessibilidade, para a realização do Atendimento Educacional Especializado (AEE) complementar ou suplementar à escolarização dos alunospúblico alvo da Educação Especial no contraturno escolar. Busca efetivar as ações dispostas na Res.04/10/2009 e Decreto nº 7.611/2011. Contribuindo para a eliminação de barreiras pedagógicas referentes ao currículo/conhecimento, também barreiras arquitetônicas, e de comunicações que em sua maioria impossibilitam o desenvolvimento e plena participação social.
 

Público Alvo:

Estudantes com: Deficiência (física, visual, intelectual, auditiva/surdez); Transtornos Globais do Desenvolvimento (TGD); Altas habilidades/ Superdotação (AH/SD)
 

Nosso objetivo:

Estudar, pesquisar e apoiar ações educativas voltadas para o atendimento à diferença humana, na perspectiva de educação de e para todos, fundamentada numa abordagem histórico-cultural do desenvolvimento humano. Também, desenvolver ações diversificadas por meio do acompanhamento pedagógico complementar e suplementar aos alunos da instituição, de acordo com as necessidades específicas, favorecendo seu pleno desenvolvimento acadêmico, junto ao corpo docente, discente e coordenação dos cursos.

As principais ações da sala de recursos são:

- Estabelecimento de contatos com outros setores e instituições (FACIP; Diase), que atendam pessoas público alvo da Educação especial, para efetuar parcerias e trocas de experiências; - Elaboração de projetos para contribuir com a biblioteca do Campus a fim de organizar um acervo que atenda as particularidades do aluno, como coletânea de gravuras, acervo de áudio, PDF, e-book etc;
- Seleção dos alunos de cursos da instituição para desenvolverem atividades junto a SRM, na condição de estagiários ou incorporados ao projeto de extensão; - Informação aos profissionais que atuam no sistema de ensino, referente a necessidade de  criar  condições que permitam às pessoas com limitações o acesso e permanência na universidade;
- Orientação para gravação de aulas e acompanhamento nas provas caso necessário; - Promoção de reuniões coletivas e individuais para orientar e acompanhar o trabalho desenvolvido em sala de aula;
- Elaboração de fichas de atendimento ao professor, preenchendo-as devidamente após cada encontro realizado; - Investigação da história de vida dos alunos para obter uma maior compreensão de sua etiologia;
- Realização de encontros individuais e sistemáticos com o aluno, a fim de analisar os problemas que enfrentam no espaço educacional e propor alternativas para minimizá-los ou saná-los; - Realização de tarefas específicas de acordo com a limitação do aluno, como a organização de fichas cadastrais e fichas de acompanhamento sistemático, inclusão e exclusão de matérias;
- Realização de projetos de extensão com outros cursos, possibilitando maior conhecimento e divulgação do trabalho;  

 

Grupo de Pesquisa: Políticas e Práticas em Educação Especial - Grupo de Estudos e Pesquisa (GEPEPES).

Linha de Pesquisa: GEPTEA (Grupo de Estudo e Pesquisa sobre o Espectro Autista).

 GEPAHS (Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Altas Habilidades/ Superdotação)